• Estado 27/03/17 | 11:33:19
  • SC teve manifestações em apoio à Operação Lava Jato
  • Pelo menos 10 cidades tiveram protestos
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: G1
  • Foto: G1

Cidades de Santa Catarina tiveram manifestações em apoio à Operação Lava Jato neste domingo (26). Houve atos pela manhã e à tarde. Além da operação, os protestos, convocados pelas redes sociais, também são em apoio ao fim do foro privilegiado, contra o aumento ao fundo partidário e contra o voto em lista fechada.

Em Florianópolis, a concentração foi às 16h no trapiche da Avenida Beira-mar Norte, no Centro. Os participantes levaram cartazes em favor de uma reforma política, em apoio ao juiz Sérgio Moro, contra o foro privilegiado, contra a corrupção e em apoio à Operação Lava Jato. Às 16h45, os manifestantes de Florianópolis começaram a caminhar em direção à sede da Polícia Federal, que também é localizada na Avenida Beira-mar Norte. Por essa razão, a PM fechou o sentido Centro da via.

Os motoristas que precisaram esperar a passagem dos manifestantes se dividiram. Alguns buzinaram ou desceram dos carros e aplaudiram. Outros reclamaram muito e houve troca de xingamentos, que precisou ser intermediada pelos participantes que estavam no caminhão de som.

Pouco depois das 17h40, eles chegaram à sede da PF. Lá, aplaudiram, em apoio aos policiais federais. O ato terminou às 17h50, após os manifestantes cantarem o hino nacional. Segundo a organização, 5 mil participaram. Foram 2 mil de acordo com a Polícia Militar.

Joinville, no Norte, teve a concentração de manifestantes na Praça da Bandeira, no Centro. Eles começaram a chegar a partir das 15h. Eles carregavam faixas contra a corrupção e em apoio ao juiz Sérgio Moro. Os manifestantes eram a favor da Oposição Lava Jato, contra a proposta de voto em lista fechada, contra anistia ao caixa 2 e por maior discussão da reforma da previdência. A organização do ato afirmou que havia 300 pessoas às 16h30. A Polícia Militar afirmou que eram 200 participantes nesse horário. Os participantes também caminharam por ruas do Centro. A manifestação terminou por volta das 17h15.

Por volta das 15h, começou a concentração de manifestantes em frente à prefeitura em Blumenau, no Vale do Itajaí. Na cidade, manifestantes levaram placas em apoio à Operação Lava Jato e ao juiz Sérgio Moro e contra a corrupção. Perto das 16h, eles começaram a caminhada pelas ruas do Centro. A manifestação terminou próximo das 17h. Segundo a organização, 1,5 mil participaram. Para a PM, foram mil manifestantes.

Em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, eram 150 manifestantes às 16h30, segundo a Polícia Militar. Eles estavam concentrados na Praça Almirante Tamandaré. Depois, seguiram em caminhada por ruas do Centro. A manifestação terminou às 17h30, segundo a PM.

Durante a tarde, também foram registradas manifestações em outras cidades, segundo a Polícia Militar. Em Concórdia, no Oeste, 100 participaram, segundo a PM. Em Jaraguá do Sul, no Norte, foram 40. Em Timbó, no Vale do Itajaí, eram 100 manifestantes. Em Porto União, no Norte, 150. Na mesma região, Mafra teve 50.

Cerca de 150 pessoas, segundo a Polícia Militar, participaram na manhã deste domingo (26) de um protesto em Lages, na Serra catarinense.

Em Blumenau, no Vale do Itajaí, durante um festival náutico do qual a prefeitura é uma das organizadoras, um cartaz foi colocado por manifestantes em alusão à Operação Lava Jato.

Nas redes sociais, meio pelo qual o ato foi convocado, os organizadores do protesto em Lages informaram que a manifestação era pelo fim do foro privilegiado, em apoio à Lava Jato, contra o voto em lista e fechada e o aumento do fundo partidário. Ainda conforme a PM, os manifestantes ficaram das 10h às 11h concentrados na praça Joca Neves, no Centro, muitos usando camisas amarelas. 

comentários