• Estado 11/01/18 | 08:46:06
  • Chuva causa estragos em 10 cidades catarinenses, aponta Defesa Civil
  • Alagamentos, falta de energia, menina morre e homem está desaparecido
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: G1SC
  • Foto: Marina Cidade

A chuva causa estragos em Florianópolis e outras nove catarinenses entre a quarta-feira (10) e manhã desta quinta (11), informou a Defesa Civil estadual. Foram registrados danos em rodovias, construções, alagamentos e vias têm trânsito intenso. Abrigos foram abertos. Uma criança morreu e um homem está desaparecido.

Por alagamentos, um homem de 34 anos está desaparecido desde a madrugada de quinta-feira após ter caído em um bueiro em Balneário Camboriú. Uma menina de 8 anos morreu e a irmã dela de 13 ficou ferida em São João Batista, na Grande Florianópolis, depois de uma árvore cair em cima do telhado da garagem na quarta.

Ainda segundo a Defesa Civil, até as 8h desta quinta, 210 pessoas estavam desalojadas, mas não havia desabrigados. Ao menos 234 pessoas foram afetadas diretamente pelas chuvas, 58 residências tiveram danos.

Além da capital, os municípios de Imbituba, Braço do Norte, São José, São João Batista, Biguaçu, São Francisco do Sul, Penha, Itapema e Lauro Muller (pelos danos na Serra do Rio do Rastro) constam no balanço da Defesa Civil estadual.

Em Florianópolis, diversas ruas e até garagens de prédios ficaram totalmente alagadas. Residências ficaram sem energia em alguns bairros e até o transporte coletivo registrou problemas.

A orientação da Defesa Civil é que os moradores evitem sair de casa. A Prefeitura de Florianópolis está em estado de alerta. Segundo a Prefeitura de Florianópolis, a Defesa Civil está priorizando o monitoramento de áreas com mais risco e as vias públicas. Dois abrigos foram abertos, na Passarela Nego Quirido, no Centro, e na Escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande.

 

comentários