• Estado 11/02/19 | 14:32:07
  • 2º maior produtor do país, Santa Catarina começa a colheita da maça
  • Foram colhidas 593.447,372 toneladas no Estado na última safra
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Diário Catarinense
  • Foto: Imagem ilustrativa/Google

Municípios da Serra, Oeste e Planalto Norte catarinense iniciam esta semana a safra da maça, com expectativa de números semelhantes aos registrados nas colheitas anteriores. De acordo com o último CensoAgro do IBGE, foram colhidas 593.447,372 toneladas em Santa Catarina, que é o segundo maior Estado produtor do país. Para trabalhar nos pomares, pelo menos cinco mil pessoas devem ser contratadas em caráter temporário, estima a Associação de Maçã e Pera de Santa Catarina (Amap).

Segundo o presidente da Amap, Rogério Pereira, a brotação dos pomares ocorreu mais tarde, o que atrasou o início da colheita. Ele estima uma pequena quebra em relação à última safra, porém com uma fruta se qualidade superior. A lei da oferta e da procura é quem dita o preço do mercado, mas Pereira acredita em uma valorização da fruta para este ano.

Do ponto de vista técnico, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) destaca que o clima foi favorável para a produção deste ano. O engenheiro agrônomo do escritório de São Joaquim, Marcelo Cruz de Liz, o inverno rigoroso colaborou na brotação das macieiras, agregando qualidade, formato e bom tamanho aos frutos.

Ainda segundo a projeção da Epagri, São Joaquim e região devem colher 370 mil toneladas este ano. O forte da safra ainda não começou, e como 30% da fruta cresce na última quinzena que antecede a colheita, o resultado dos pomares pode surpreender. Em todo o país, o último CensoAgro apontou uma safra de 3.111.664,134 toneladas.

comentários