• Polícia 13/03/17 | 15:32:26
  • Mulher foi mantida em cárcere, agredida e violentada sexualmente
  • Caso ocorreu em Pinheiro Preto
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Tangará AM com informações da PM
  • Foto: Internet

A Polícia Militar de Tangará foi acionada por funcionários do Hospital Frei Rogério informando que teria chegado para atendimento uma mulher com várias lesões. Chegando ao local, a vítima identificada como R. A. S., relatou ter ido em um baile com um um indivíduo de iniciais V. S. J., na sexta feira (10). Após saírem do baile, por volta das 9 horas foi levada até a residência do mesmo, na Linha Túnel, interior de Pinheiro Preto. Neste local foi mantida em cárcere, onde foi ameaçada, lesionada com um facão, socos e chutes e ainda foi obrigada a manter relações sexuais com o autor contra sua vontade. Inclusive por diversas vezes ele tentou afogar a vítima, forçando sua cabeça dentro da água.

Em determinado momento a vítima conseguiu desarmar o homem e desferiu um golpe de facão na mão direita do agressor, lhe causando ferimento nos dedos, porém ele conseguiu retomar o facão, o qual depois jogou no Rio do Peixe.

Diante dos fatos, com apoio da guarnição de Pinheiro Preto, a PM de Tangará se deslocou até a Linha Túnel (propriedade de J. R.), onde após buscas foi localizado o agressor, o qual possuía ferimento por arma branca na mão direita. O mesmo foi detido e encaminhado à Central Regional de Polícia de Plantão, no município de Videira, para providências. Ele foi reconhecido pela vítima, sendo assim foi dada voz de prisão ao autor do crime.

comentários