• Política 06/12/17 | 12:12:10
  • Assuntos debatidos na última sessão da Câmara de Vereadores de Tangará
  • Primeira sessão ordinária de dezembro
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Assessoria de Imprensa Câmara
  • Foto: Assessoria de Imprensa Câmara

A Câmara de Vereadores de Tangará realizou na noite desta segunda-feira (04) a primeira sessão ordinária do mês de dezembro.

Foram aprovados em primeira votação por unanimidade os seguintes projetos:

Projeto de Lei n.º 067/2017 "AUTORIZA FIRMAR CONVÊNIO COM O HOSPITAL UNIVERSITÁRIO SANTA TERESINHA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS".

Projeto de Lei n.º 068/2017 "DISPÕE SOBRE A ANULAÇÃO E SUPLEMENTAÇÕES DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS QUE ESPECIFICA".

Todos os Senhores Vereadores aprovaram em segunda e última votação o Projeto de Lei n.º 066/2017 "DISPÕE SOBRE A ANULAÇÃO E SUPLEMENTAÇÕES DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS QUE ESPECIFICA".

Na palavra livre o Vereador Gilvanio Pontel solicitou que fosse encaminhado um ofício ao Deputado Jorginho Mello parabenizando-o por já ter liberado 5 milhões de reais em emendas de bancadas para beneficiar a saúde da nossa região. O Deputado destinou 2,5 milhões de reais ao Hospital Universitário Santa Teresinha para a construção do centro cirúrgico que foi inaugurado no dia 01 de dezembro. O Vereador afirma que além de comtemplar os municípios vizinhos, para a saúde de Tangará o Deputado liberou uma emenda parlamentar de 63,5 mil reais.

A Vereadora Maria Miria Rambo comentou sobre a reunião onde representou o Presidente da Casa acerca do senso agropecuário, onde informa que 85% das propriedades rurais já foram entrevistas e até dezembro a pesquisa será finalizada. Também agradeceu o convite do Clube de Mães onde foi realizado um evento na Comunidade do Leãozinho, onde foi bem organizado e, por fim, parabenizou-as pelo trabalho magnífico que fazem em suas comunidades.

Nada mais havendo o Presidente Nilvo Dalla Costa encerrou a presente sessão e convocou os Vereadores para a próxima, marcada para o dia 11 de dezembro às 19h00.

comentários